Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Lobito não é uma cidade qualquer

Lobito e a sua história - compilação



Domingo, 13.05.12

MANUEL FONSECA - 1923

1923

 

MANUEL FONSECA

 

V P – José Rodrigues Trino

Vogais efectivos: Evaristo Aires Pereira / Francisco Vidal / David Rodrigues Morais

Vogais suplentes: Almeida Maia / César Rosalis / Eusébio Costa Júnior / Joaquim Machado

Secretário: Raul Cordon Galiano

Tesoureiro: Luis Coelho Nunes

 

 

Era uma circunscrição civil de 1ª classe e Concelho de 1ª classe, pertencendo judicialmente à Comarca de Benguela. Província de Benguela.

Foi testa do Caminho de Ferro de Benguela, que percorria toda Angola desde o Lobito até Catanga, no Congo Belga, cujo mineral de cobre chegava ao litoral rapidamente, servindo-se do magnífico Porto do Lobito, considerado o principal da costa ocidental africana. Este já possuia uma ponte-cais permitindo a acostagem de dois navios de grande tonelagem em simultâneo.

Na cidade existia iluminação eléctrica, canalização de águas, restaurantes com cinematógrafo e uma estrada que ligava a Benguela.

A região era agrícola e industrial, grande parte pertencendo à Sociedade Agrícola da Ganda, que explorava uma fábrica de açúcar e cultivava com intensidade cana-de-açucar, com uma produção anual de 1.000 toneladas. Existiam ainda outras fazendas agrícolas que produziam fruta e outros mantimentos.

Junto ao oceano existiam algumas salinas cujo sal produzido era para consumo interno e para exportação.

 

 

Fonte: Anuário de Angola, 1923

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por sao pernadas às 00:28



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Maio 2012

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031



Arquivo

2016

2012